Atendimento Médico Permanente

Funciona 24h/dia, 365 dias/ano e não é necessária marcação.

Como chegar? Saiba aqui

A Urologia é a especialidade que trata as doenças do aparelho urinário (masculino e feminino) e do aparelho genital masculino. 

Doenças

A especialidade de Urologia trata múltiplas doenças.

As mais faladas ou destacadas são as seguintes:

  • Doenças do foro oncológico, os tumores malignos, como o cancro da próstata, da bexiga ou dos rins
  • O aumento benigno da próstata (a hiperplasia benigna da próstata)
  • As "pedras" nos rins ("litíase")
  • A incontinência urinária, feminina e masculina

No entanto, há muitas outras doenças que são tratadas pelos especialistas desta área:

  • Outro tipo de tumores como os tumores do testículo
  • "apertos" ("estenoses") da uretra
  • Outras causas de retenção urinária (doentes que não conseguem urinar e que "ficam com a urina presa")
  • Prolapsos urogenitais (prolapsos da bexiga - muitas vezes referida como "bexiga descaída", do útero, da cúpula vaginal ou do recto)
  • Fimose (aperto da pele que cobre a glande do pénis)
  • As alterações do funcionamento do aparelho urinário, nomeadamente da bexiga
  • As malformações do aparelho urinário como o síndrome da junção
  • Os problemas sexuais como a disfunção eréctil, a ejaculação precoce ou as alterações hormonais das hormonas masculinas como a testosterona
  • Os problemas do escroto e testículos, como hidrocete ou variococele
  • Os quistos renais
  • As infecções urinárias

Por outro lado, os urologistas são os médicos que abordam a componente masculina da infertilidade e que, quando desejado, realizam a vasectomia, o método contraceptivo definitivo masculino.

Na Clínica São João de Deus são diagnosticadas e tratados todos estes tipos de doenças, com recurso a meios técnicos e humanos de excelência. São utilizados os mais modernos meios de diagnóstico e tratamento atualmente existentes.

Os médicos e restantes profissionais de saúde da Clínica de São João de Deus constituem uma equipa com uma formação altamente especializada e diferenciada, garantindo uma óptima prestação de cuidados aos doentes que aqui acorrem.

Cirugias e outras técnicas

Na Clínica São João de Deus estão disponíveis todas as cirurgias e técnicas (quer de tratamento, quer de diagnóstico) atuais do foro urológico.

Destacam-se, no entanto, algumas cirurgias e técicas inovadoras, disponíveis em muito poucos centros em Portugal. São áreas em que os Urologistas da Clínica se diferenciaram, “apostando” em técnicas e cirurgias avançadas e que, por isso, são mais eficazes e/ou menos agressivas, menos invasivas, permitindo obter os melhores resultados clínicos com um menor risco de efeitos secundários e complicações.

São de referir as seguintes cirurgias e técnicas de diagnóstico e de tratamento:

  • Crioterapia de tumores da próstata – muitos doentes são atualmente tratados para o cancro da próstata através de braquiterapia ou radioterapia. Estas técnicas são eficazes mas, infelizmente, em alguns casos, existe uma recidiva e o tumor volta a surgir. Nestes casos, a melhor forma de tratar o problema é através da técnica de crioterapia em que, através do frio (com ciclos de congelação/descongelação das células tumorais), o tumor é destruído.
  • Cirurgia laparoscópica para o tratamento do cancro da próstata – cirurgia muito menos agressiva e mutilante do que a cirurgia clássica, “aberta”, efetuada para o tratamento desta doença.
  • Tratamento laser da próstata – para o tratamento da hiperplasia benigna da próstata (aumento benigno deste órgão), as técnicas que utilizam laser são as que, atualmente, permitem o melhor equilíbrio entre eficácia e menores efeitos secundários (como hemorragia), possibilitando que os doentes fiquem menos tempo com algália e que o internamento tenha também uma menor duração.
  • Cirurgia laparoscópica para o tratamento dos tumores dos rins – a cirurgia laparoscópica é atualmente o standard de tratamento dos doentes com cancro do rim. A cirurgia pode ser radical, em que se remove todo o órgão, ou parcial, em que apenas se remove o tumor ou o tumor e uma zona circundante do rim.
  • Crioterapia de tumores do rim – em alguns casos, é também possível tratar os tumores do rim com esta técnica, pouco agressiva, pouco “invasiva”, mas muito eficaz em casos selecionados.
  • Braquiterapia intersticial da próstata – para o tratamento do cancro da próstata. Cada vez mais, a técnica que permite o tratamento do cancro da próstata com menores efeitos secundários ou complicações (como a incontinência urinária ou os problemas de ereção).
  • Tratamento focal do cancro da próstata – em casos muito específicos, é possível tratar o cancro da próstata com técnicas em que se destroem as células tumorais sem afetar as células das restantes zonas da próstata, onde não há tumor.
  • RIRS (de Retrograde Intra-Renal Surgery, ou seja, Cirurgia Intra-Renal Retrógrada) - cirurgia laser para o tratamento das pedras dos rins realizada endoscopicamente, por via “retrógrada”. Este tratamento permite substituir as técnicas clássicas para o tratamento dos cálculos renais. Evitando as cirurgias abertas ou percutâneas, em que há um maior risco de hemorragia e de danificar o tecido dos rins, esta técnica endoscópica permite aceder aos rins pelas vias “naturais”, através do ureter, e fragmentar os cálculos renais ou do ureter, que são depois retirados.
  • Administração de toxina botulínica – “botox”, para o tratamento de diversas doenças da bexiga, como a bexiga hiperativa ou a incontinência urinária associada a alterações do funcionamento da bexiga.
  • Biópsias de fusão e de saturação da próstata – recorrendo ao exame mais fidedigno atualmente disponível para a avaliar a próstata – designado por Ressonância magnética Nuclear multiparamétrica da próstata (RMNmpp) – é possível realizar a biópsia da próstata orientada pelos resultados obtidos com a RMNmpp. Ou seja, o urologista que realiza este exame “funde”, como que sobrepõe as imagens obtidas na RMNmpp efetuada previamente com as da ecografia efetuada durante o procedimento. É a chamada Biópsia de Fusão, que é, no momento atual, o exame mais preciso para o diagnóstico do cancro da próstata.
  • Litotrícia externa de cálculos renais – técnica que caiu em desuso mas que atualmente volta a ser preconizada para o tratamento não invasivo de alguns tipos de cálculos dos rins. As vantagens desta técnica passam por não ser necessário o doente ser operado e anestesiado e ainda não ser necessária uma abordagem invasiva do aparelho urinário (já que é, como o nome indica, totalmente “extra-corporal”, sendo os cálculos fragmentados através de ondas de choque geradas pelo equipamento de litotrícia).

Exames

Na Clínica São João de Deus são ainda efetuados todos os exames clássicos e mais recentes necessários ao diagnóstico e tratamento das doenças do foro urológico, nomeadamente os seguintes:

  • Exames endoscópicos da bexiga, da uretra, dos ureteres e dos rins (designados respectivamente por cistoscopia, uretroscopia, ureteroscopia ou renoscopia)
  • Estudos urodinâmicos e outros exames para avaliação da incontinência urinária
  • Exames do foro andrológico, por exemplo para avaliação da disfunção eréctil e da ejaculação precoce, como o ecodoppler peniano, a rigidometria peniana ou a biotesiometria peniana, entre outros.

Médicos: